Clube Europeu da EBI de Água de Pau: Um Exemplo de Qualidade

19 de Junho, 2015

 

Recebi na passada semana, em Estrasburgo, um grupo de 26 alunos do Clube Europeu da Escola Básica Integrada de Água de Pau, acompanhados por 6 professores, um técnico e uma encarregada de educação, numa iniciativa partilhada com o meu colega Ricardo Serrão Santos.

Assume particular relevância o especial e louvável trabalho desenvolvido pelos alunos e professores, coordenados pelo Dr. José Carlos Pereira, pertencentes a uma escola que tem vindo a ser invocada pelas piores razões. Refiro-me aos rankings de que tanto se fala todos os anos e que tendem a classificar a qualidade dos estabelecimentos de ensino associando-a aos resultados escolares, nos quais esta escola, no ano lectivo transacto, ficou posicionada em último lugar nas classificações nos exames nacionais do 9º ano.

O Clube Europeu da EBI de Água de Pau tem vindo a destacar-se a nível regional e nacional pelo excelente trabalho que desenvolve. Neste ano lectivo que agora findou desenvolveu uma série de actividades envolvendo toda a comunidade educativa, subordinadas ao tema Os Açores e a Europa II, dando continuidade a um projecto anterior e visando: conhecer a União Europeia, suas instituições e suas políticas; potenciar o diálogo estruturado entre os jovens e os decisores públicos; participar na discussão de temas do Ano Europeu para o Desenvolvimento; e conhecer outros países, hábitos, tradições, vivências e realidades sócio-culturais. Este grupo de alunos caracteriza perfeitamente os vários estratos sociais e culturais da sua localidade e ganhou o segundo prémio nacional no âmbito do concurso “Sonhar e Construir a Europa”, numa iniciativa da Representação da Comissão Europeia em Portugal, do Centro de Informação Europeia Jacques Delors, do Ministério dos Negócios Estrangeiros e do Ministério da Educação e Ciência. No Concurso dos Clubes Europeus de 2013/14, posicionou-se à frente de muitas outras associações de escolas secundárias e colégios privados do resto do país e voltou a ser considerado o melhor Clube Europeu dos Açores. Lamentavelmente e ao contrário dos rankings, destas distinções ninguém fala.

Tendo tido o prazer e o privilégio de ser envolvida no projecto deste Grupo, pude constatar o nível de responsabilização dos alunos e a elevada exigência associada ao desenvolvimento de competências linguísticas, de comunicação, culturais e de cidadania nos mais diferentes níveis: desde o saber estar à participação democrática.

Considero que este é um perfeito exemplo de que a qualidade do ensino, mais do que ser medida pelos resultados escolares obtidos, está associada à eficácia das várias dinâmicas de uma escola, quer a nível colectivo, quer a nível individual. A qualidade do trabalho que se desenvolve numa escola não pode, de forma alguma, ser descontextualizada do ambiente em que se insere, principalmente do nível da valorização dos estudos pela comunidade. Pelo contrário, resulta de um conjunto de iniciativas que visam o desenvolvimento integrado dos alunos ao nível das suas competências e da aquisição de conhecimentos. O benchmarking, puro e simples, e que infelizmente se encontra demasiadamente em voga, não funciona no que à qualidade de ensino diz respeito. Pelo que tive a oportunidade de constatar, não tenho a mínima dúvida de que o Clube Europeu da EBI de Água de Pau contribui significativamente para o sucesso dos alunos que o integram. Os meus sinceros parabéns a toda a equipa!

 

Sofia Ribeiro

sofia.ribeiro@europarl.europa.eu