Sofia Ribeiro promove oportunidades europeias para a Diáspora Açoriana

 A Eurodeputada Sofia Ribeiro inicia hoje uma jornada de trabalho, junto da Diáspora Açoriana, em Toronto, numa iniciativa que classificou de “absolutamente fundamental, não só por fazer parte da delegação do Parlamento Europeu para as Relações com o Canadá, mas principalmente por Toronto, em particular, e o Canadá em geral, terem uma enorme comunidade de emigrantes dos Açores, que importa também acompanhar e auscultar, e acima de tudo, demonstrar toda a disponibilidade e interesse em formas de colaboração e cooperação entre ambas as partes.”

Esta jornada de trabalho conta com diversos contactos com as entidades e associações representativas da nossa comunidade, como é o caso da Casa dos Açores de Ontario, do Centro Comunitário e Cultural “Graciosa”, ou mesmo com a secção do PSD/Toronto. Segundo a Eurodeputada “para além de todos estes importantíssimos contactos e visitas, estarei também em alguns órgãos de comunicação social locais, de modo a que a mensagem que lá vou passar, chegue ao maior número de nossos concidadãos”,  tendo ainda acrescentado que “foi também com muito gosto que aceitei o convite, uma vez que já iria estar em Toronto, para participar na semana cultural Beirã”.

Questionada sobre a mensagem que queria passar, Sofia Ribeiro afirmou ter "duas mensagens muito importantes. A primeira tem a ver com o CETA e com as enormes vantagens de investir na Europa, nomeadamente nos Açores e dos Açorianos também investirem no Canadá, através da exportação dos nossos produtos e tudo isto foi possível através da acção da União Europeia, e do Parlamento Europeu. A segunda mensagem é a de que todos os nossos emigrantes são também cidadãos europeus e isto confere-lhes igualmente o acesso a imensas oportunidades disponibilizadas pela União Europeia. Por este motivo, elaborei um documento que irei apresentar na Casa dos Açores de Ontario, que reúne diversos programas como o Erasmus+, Horizonte2020, entre outros, que poderão ser uma ferramenta útil para quem as quiser aproveitar”.

A finalizar as suas declarações, Sofia Ribeiro afirmou que “não obstante a existência de diversas oportunidades para quem tem cidadania europeia, faço sempre a ressalva da enorme necessidade da nossa comunidade desenvolver todos os esforços para se naturalizar e adquirir a cidadania americana ou canadiana, de modo a evitar os dissabores que bem conhecemos e que se tenderão a agravar com a actual administração Trump”.